o talento de David Fonseca

Posted: Março 26, 2012 in Cérebro - Pensamentos, Coração - Sentimentos, Olhos - Videoclips, Ouvidos - Memórias

Ontem dei por mim a assistir a uma daquelas entrevistas de fim de semana, conduzida pelo mais recente expoente da televisão portuguesa na arte do fingimento emocional que apela à lágrima fácil (não me lembro do nome do entrevistador, mas sei que ele é bastante conhecido). O entrevistado era o David Fonseca e por isso assisti à entrevista.O David foi meu colega de turma na escola de cinema, e fez parte da minha vida durante aqueles 3 anos que por lá passei. Hoje raramente nos vemos, embora quando isso aconteça exista vontade de por a conversa em dia.

Durante a entrevista o David disse que mantinha os pés na terra e que o sucesso não o tinha mudado porque a maioria dos seus amigos não gostava dos Silence 4. Fiquei a pensar nisso depois da entrevista terminar, e dei por mim a concordar parcialmente com ele. É verdade que não morro de amores pela música que os Silence 4, ou mesmo o David a solo, produziram, mas não sou capaz de dizer que não gosto. É uma ligação afectiva às suas criações que me impede de o fazer, é certo, mas é mais do que isso. Do que conheci do David, os seus gostos musicais, a sua paixão pela fotografia e muitas outras coisas mais que me levam a saber do potencial encerrado dentro dele. Digo encerrado porque acho que ainda não foi exposto, mas sei que o será.

Na altura em que o David “abrir o seu livro” todos iremos perceber que está ali. Não parou de fazer as suas aproximações, ora mais contido, ora mais liberto, com mais ou menos produção, umas vezes mais vestido de adereços outras mais despido, mas sempre em busca do que será, na essência, a música dele.

Presunção minha em querer saber qual é a verdadeira música de David Fonseca, pode ser, até aceito! Mas é uma crença pessoal que mantenho desde a primeira vez que o vi a tocar ao vivo, em 1997. Existe mais David do que este que nos foi mostrado até agora, existe um David que pode tocar mais fundo nas nossas emoções, acredito nisso de uma forma que nem o próprio será capaz de me contrariar.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s